Taça São Paulo de Futebol define mais 2 campeões

Taça São Paulo de Futebol define mais dois campeões da 26ª edição

Guarulhos F.C e Embuense foram os responsáveis por levantar a taça na categoria mirim e infantil

 

O último sábado (8) foi um dia especial para os meninos que sonham em ser grandes atletas no futuro. No Estádio Paulo Machado de Carvalho, aconteceu a segunda final da 26ª edição da Taça Cidade de São Paulo de Futebol. Desta vez, um dos gramados mais bonitos do Brasil foi o palco da disputa entre as categorias mirim e infantil.

O primeiro jogo, iniciado às 8h da manhã, foi uma batalha entre o time de Guarulhos F.C e o Capão F.C, tendo como vitorioso o time da região metropolitana de São Paulo, por 2 a 0. Já a segunda partida, que definiu os campeões da fase infantil, foi protagonizada pelos garotos do Embuense contra o Vamo Q Vamo. O tempo regular terminou em 2 a 2, por isso, foi necessário as penalidades, para que Embuense se consagrasse.

 

O jogo dos mirins

Como segue o protocolo, antes do início do apito que oficializa as jogadas, todos os presentes no estádio do Pacaembu cantaram o hino nacional brasileiro, voltados para as bandeiras hasteadas no local. Dentro de campo, os meninos se mantinham ansiosos tanto nas quatro linhas, quanto nos bancos de reserva. Já das arquibancadas, as torcidas estavam animadas e incentivam seus respectivos times.

Os meninos de dez anos, representantes da categoria mirim, se portavam como grandes atletas experientes no estádio municipal. A equipe de Guarulhos se mostrou superior nos dois tempos de 20 minutos, conseguindo o resultado logo na primeira parte com Vinicius Soares, aos 10’, e Gabriel Gonçalves aos 16’.
As características em comum aos meninos, além da idade, é o sonho de ser um grande jogador de futebol. Sentar-se no mesmo local em que diversos atletas, muitos ganhadores de prestígio mundial estiveram, é uma forma de ter uma parte do sonho realizado. Ver o brilho nos olhos destes meninos chega a ser emocionante.

“Para nós foi um orgulho ter participado dessa final. Só de ter uma criança aqui do Capão Redondo, da periferia, é a realização de um sonho. O nosso trabalho é de conscientização e inclusão com meninos que não possuem oportunidades, teve alguns que nem dormiram pensando em jogar aqui”, afirmou o coordenador do time da Zona Sul de São Paulo, Mudinho, 59.


Em contrapartida, o técnico do Guarulhos, Sérgio Luís, 46, muito emocionado, elogiou todo o empenho realizado durante o campeonato. “Graças a Deus o trabalho foi feito, mérito dos meninos, claro, agora somos campeões”. O professor, que está há dois anos com essa equipe, também levantou a taça no ano passado, sentindo-se muito orgulhoso do trabalho realizado até então.
Após toda a emoção vivenciada nos 40 minutos de jogo, mais quatro de acréscimos, as crianças receberam das mãos do secretario de esportes, Celso Jatene, as medalhas e troféus característicos- ouro pra primeiro lugar, e prata para o segundo.

Decisão sofrida

 

O segundo jogo iniciou-se exatamente às 9h da manhã do sábado (8). Em campo, os meninos do Vamo Q Vamo e Embuense queriam garantir a única faixa de campeão em disputa, e lutaram até o fim, ou melhor, até as penalidades.

No início da partida a equipe do Embuense se mostrava mais preparada e mais a vontade, nas quatro linhas do estádio municipal. Essa vantagem foi vista logo aos 6 minutos de bola rolando, quando João Paulo, o camisa 6, abriu o placar.
O Vamo Q vamo ficou mais ofensivo com o primeiro gol marcado pelo time adversário, dessa forma, o Embuense encontrou mais facilidade para fazer o segundo. Em uma jogada articulada, Guilherme Lima, o camisa 11 conseguiu balançar a rede, aos 11 minutos da primeira etapa.

Mesmo atrás do placar por dois gols, o Vamo Q Vamo não deixou a vontade de alcançar o Embuense em nenhum momento. Da área técnica era possível ouvir os gritos de toda comissão, que apoiava e corrigia as falhas dos meninos ansiosos.
Todo o incentivo foi válido, pois, aos 18 minutos da primeira etapa, Pablo Vinicius abriu o placar para o seu time e diminuiu a diferença, 2 a 1. O restante da primeira etapa se deu em jogadas irrelevantes, e sem perigo para ambos os lados.


Após o intervalo, o desejo dos times ainda era parecido, mas com algumas diferenças: O Embuense precisava manter a vantagem em cima do Vamo Q Vamo, que buscava ultrapassar a equipe e se consagrar campeão.

“Agora o bicho vai pegar! Agora começou o jogo de verdade”, gritava o técnico do Vamo Q vamo da sua área resignada. E então, aos 26’ minutos, no fim da segunda etapa, Bruno Lima- camisa 8 – fez o gol da esperança: o de empate.
Mesmo com a insistência dos dois lados, o tempo foi mais veloz e fez com que o juiz encerrasse a partida. O campeão da categoria infantil precisava ser definido, porém, apenas nos pênaltis a decisão seria feita.

Pela sorte, num jogo de cara ou coroa, os meninos escolheram quem bateria primeiro e quem defenderia. Vamo Q Vamo ficou responsável pela primeira cobrança, mas a bola parou nas mãos do goleiro do Embuense, que ainda agarrou mais duas.


A equipe do Embuense foi melhor em todas as cobranças, e conseguiu se consagrar campeão no Pacaembu em cima da equipe da Zona Leste. O placar final ficou 4 a 0.

Com muita emoção os meninos receberam suas medalhas e troféus, com a sensação de dever cumprido. A equipe da Taça São Paulo de Futebol, ainda homenageou dois grandes nomes responsáveis e participantes dessas 26 edições de campeonato: O senhor Paulo Justino e o Valter Pedro.

O campeonato

A Taça São Paulo de Futebol de 2014 é um campeonato organizado pelo órgão de Coordenadoria das Políticas e Programas de Esporte e Lazer (CGPE), da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação (SEME). O seu intuito é promover o futebol entre jovens e adolescentes, de forma a dar a estes condições necessárias de inclusão na sociedade por meio da atividade física.

Iniciado no dia 04 de abril, a edição deste ano teve 5268 atletas inscritos. O total de jogos foi de 446, dividindo-se em: 45 na categoria pré-mirim, 110 na mirim, 150 na infantil e 141 na juvenil.

No primeiro sábado de novembro, o Pacaembu recebeu a primeira rodada de finais da Taça São Paulo, disputada pelos garotos do pré-mirim e do juvenil. O primeiro confronto, marcado pelos times Pequeninos do Jockey e Independente, que compõem a categoria sub 10 (pré-mirim), registrou a vitória dos Pequeninos. Já o segundo jogo, na qual o Independência F.C esteve contra o A. A Muvuca, na fase sub 14 (juvenil), revelou como campeã a equipe de Embu das Artes (Independência).

fonte: Prefeitura de São Paulo texto: Ludmilla Florencio- ljflorencio@prefeitura.sp.gov.br
imagens:Fransciso Pinheiro- fbpinheiro@prefeitura.sp.gov.br

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password